Aparecida | Revista Época

Ao contar a história de Aparecida, a obra revela que a estátua de 300 anos quase foi destruída – além de ser usada e abusada por políticos

IVAN MARTINS E ANDRÉ NEGRI – 24/10/2014

Era noite de terça-feira, 16 de maio de 1978. No interior da Basílica de Aparecida, a missa das 8 horas estava em curso. Quando o padre Antônio Lino começou a distribuir as hóstias, acabou a luz. Na confusão que se seguiu, um vulto correu na direção do altar, onde estava a imagem religiosa mais importante da história do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Entre gritos do padre, que percebeu o movimento, o invasor…

Leia mais em:

https://epoca.globo.com/vida/noticia/2014/10/aparecida-de-rodrigo-alvarez-bo-milagreb-da-santa-quebrada.html